Balanço Patrimonial: conheça os segredos que não te contaram sobre ele
11/06/2021

Balanço Patrimonial: conheça os segredos que não te contaram sobre ele

Esse demonstrativo financeiro possui grande importância para as mais diversas empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte.

Além da importância existente, segundo as normas do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), o balanço patrimonial também faz parte das obrigações contábeis e fiscais dos empreendedores, exceto para microempreendedores individuais enquadrados no simples nacional.

Entretanto, mesmo sendo uma norma de tamanha importância muitos gestores e proprietários ainda não conhecem o suficiente acerca do assunto.

Por isso, preparamos um texto para explicar o que é balanço patrimonial, como funciona e quais os segredos que não te contaram sobre ele.

Mas afinal, o que é balanço patrimonial?

De forma resumida, o balanço patrimonial é uma demonstração financeira realizada anualmente, e tem como propósito expor a situação do patrimônio total de uma empresa em um período específico de tempo.

Como o balanço patrimonial funciona?

A situação econômica e contábil é exposta através de uma lista incluindo de forma detalhada todos os ativos (bens, direitos, e demais geradores de valores econômicos), passivos (obrigações), e o patrimônio líquido (os próprios recursos da entidade) de uma empresa.

Para te fazer entender melhor o que o balanço patrimonial demonstra, explicaremos cada um dos itens expostos por ele e o que eles representam.

#01. Ativos

– Bens: Representam todos os itens que possuem valor financeiro e podem ser revertidos em dinheiro.  

– Direitos: Os direitos são possuídos pela empresa mas não estão sob o seu domínio. Como exemplo disso podemos citar: depósitos bancários e quantias financeiras ainda pendentes para recebimento.

Além disso, os ativos são divididos em: Circulantes (todos aqueles que serão convertidos em valores em até um ano) e não circulantes (todos aqueles que levarão mais de um ano para serem convertidos).

#02. Passivos

– Obrigações: Como o próprio nome já fala, são as obrigações da empresa com terceiros. Ou seja: as dívidas, os pagamentos de salários e os tributos, os quais são sim incluídos no balanço.

Também são divididos em Circulantes (todas as obrigações com tempo de vencimento inferior a um ano) e não circulantes (todas as obrigações com tempo de vencimento superior a um ano)

#03. Patrimônio líquido

São os recursos próprios da entidade, e o patrimônio líquido é obtido através da diferença positiva entre os valores do ativo e do passivo.

Além disso, é dividido em:

 – Capital social: Investimentos feitos por sócios ou de lucros os quais foram reinvestidos.

– Lucros e prejuízos: Os lucros e os prejuízos representam o resultado financeiro da empresa.

Também é importante ressaltar que o nome balanço não é à-toa, tendo em vista que o ideal é existir um equilíbrio entre os ativos e passivos.

O detalhamento desses itens viabiliza algumas análises importantes e extremamente necessárias para o desenvolvimento financeiro de uma empresa, tais como:  

  • Análise de índices de lucro
  • Análise comparativa de evolução empresarial em diferentes espaços de tempo
  • Análise de liquidez e solvência da empresa
  • Análise de quantia de capital
  • Análise de investimentos e apresentação dos dados da empresa para futuros investidores
  • Entendimento do uso e direcionamento dos recursos financeiros da empresa e suas respectivas demandas
  • Base para planejamentos estratégicos

Tendo em vista a lista acima, fica evidente a importância do balanço patrimonial para diversos processos fundamentais no desenvolvimento financeiro de sua empresa.

Além disso, é um facilitador e a depender dos índices da sua corporação, passa a ser um atrativo para investimentos futuros.

Agora que você já sabe o que é e entende a necessidade de um balanço patrimonial, iremos te aprofundar no assunto com segredos que não te contaram sobre esse demonstrativo.

Na lista a seguir, você confere os mais interessantes deles

1. Balancete

Como dito anteriormente, o balanço patrimonial é realizado de forma anual, geralmente no último dia do ano para mostrar como a empresa se saiu ao decorrer dos 12 meses passados. Também é possível realizar de forma trimestral, e esse método é mais utilizado em empresas que precisam prestar conta aos seus investidores de forma contínua.

Mas, se a sua empresa precisar de uma rápida visualização da situação contábil atual e em um período distinto dos citados acima, é possível fazer um balancete: Um relatório resumido da situação patrimonial da empresa, em qualquer mês do ano sem data específica.

Assim, é possível demonstrar de forma mais simples e sem regras de periodicidade a situação financeira do seu negócio.

2. Fórmula geral do balanço patrimonial

Como dito anteriormente, é necessário que haja igualdade entre ativo, passivo e patrimônio.

Por isso, o balanço é calculado da seguinte forma:  

Ativo= Passivo + Patrimônio

Dessa forma, se uma empresa possui R$200 mil de ativos e 150 mil em passivos, a quantia de patrimônio será de R$50 mil, pois:

200.000 = 150.000 + 50.000

3. Relação entre ativo circulante e passivo circulante

Existe uma relação importante entre as somas de ativo circulante e passivo circulante, e essa relação acontece da seguinte forma:

Soma de ativo circulante maior do que a soma de passivo circulante: A empresa apresenta recursos para cumprir com suas obrigações de curto prazo.

Soma de ativo circulante menor do que a soma de passivo circulante: A empresa não apresenta capacidade de cumprir com as suas obrigações de curto prazo.

Assim, a partir de um cálculo simples é possível prever o cumprimento ou não das obrigações da sua empresa em um curto período e mudar o que for possível para não ter prejuízos.

4. Demonstrativo de Resultados do Exercício

O Demonstrativo de resultados do exercício, também conhecido como DRE, é outro documento que precisa ser feito juntamente ao balanço patrimonial.

Como o próprio nome já fala, o DRE é um demonstrativo de resultados, ou seja, seu objetivo principal é demonstrar se houve lucro ou prejuízo em um determinado tempo.

Ele é complementar e fundamental ao balanço patrimonial, portanto não esqueça da importância desse documento.

5. Relatório contábil e a sua importância para o balanço patrimonial

Para a elaboração de um balanço patrimonial, é fundamental ter em mãos o relatório contábil.

O relatório contábil contém todas as movimentações financeiras do seu negócio, e deve ser realizado por um contador em um livro diário.

Logo, é fundamental se ater a importância de um profissional competente e engajado para a escrituração desse documento, o qual será indispensável na construção do balanço patrimonial.

6. Cálculo dos indicadores

A fórmula geral do balanço você já sabe, mas quanto ao cálculo dos indicadores?

Eles são fundamentais para o valor geral de ativos, passivos e patrimônio líquido, e são calculados com as seguintes fórmulas:

Indicadores de renda (ativos)

Os cálculos são realizados a partir de três razões:

Retorno sobre patrimônio líquido= lucro líquido / patrimônio líquido

Giro de ativos= vendas / ativo total

Retorno sobre os ativos= lucro líquido / patrimônio líquido

Indicadores de dívidas (passivos)

Os cálculos são realizados a partir de duas razões:

grau de endividamento: passivo / patrimônio líquido;

endividamento: passivo total / ativo total.

Indicadores de liquidez (Patrimônio)

Liquidez seca: (ativos circulantes – estoques) / passivos circulantes

Liquidez geral: (ativos circulantes + realizável em longo prazo) / (passivo circulantes + exigível em longo prazo)

Liquidez imediata: liquidez disponível / passivos circulantes

Liquidez corrente: ativo circulante / passivo circulante

Assim, é a partir desses cálculos minuciosos que os dados maiores e gerais são obtidos, possibilitando a implementação dos mesmos no balanço geral.

Conclusão

Por fim, fica em evidência a importância e a necessidade da realização desse demonstrativo com muita cautela e responsabilidade

Por isso, lembre-se sempre de priorizar bons profissionais na área, capazes de apresentar bons relatórios e dados fidedignos. Gostaria de saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar com isto.

Outras Publicações

1 2 3 20